Leonard Cohen

Após a edição do aclamado “Old Ideas”, o 12º disco de
originais de Leonard Cohen, o lendário cantor/compositor/poeta vai
regressar aos palcos para uma digressão mundial que, como não podia
deixar de ser, passa por Portugal, dia 7 de Outubro, no Pavilhão
Atlântico.

Com seis décadas de carreira, Leonard Cohen, indiscutivelmente um dos
maiores cantautores de todos os tempos, mantém-se em excelente forma.
Prova disso é o recém-editado “Old Ideas”, que entrou directamente para
o primeiro lugar dos tops de vendas em todo o mundo, tornando-se no
maior sucesso da sua carreira. A crítica também se rendeu ao disco, com
o The Telegraph a chamar-lhe um “trabalho de génio”.

Citando W.B. Yeats, Irving Layton e Walt Whitman, como referências
literarias, Leonard Cohen começou a dar que falar na indústria musical
na década de 60. As letras sobre desejo, amor, religião, morte e
isolamento têm servido de inspiração a fãs e músicos no mundo inteiro.
Com mais de 1,330 covers das suas canções, o trabalho de Leonard Cohen
tem apaixonado outros músicos como U2, REM, Nick Cave ou Johnny Cash,
entre muitos outros.

Os discos “Songs of Leonard Cohen (1967), “The Future” (1993) e “Ten
New Songs” (2001) e os singles “Hallelujah” e “Suzanne” são,
justamente, considerados clássicos. O seu génio literário e o seu
talento musical são tão lendários, como o próprio Leonard Cohen.

A digressão mundial, que decorreu entre 2008 e 2010, foi também alvo de
rasgados elogios por parte da imprensa, com o The Observer a elogiar o
espectáculo como “uma noite de puro ouro”, enquanto o Daily Telegraph
declarou-o “imaculado, belo e requintado”. O The Independent escreveu
que “ouvir Leonard Cohen cantar ainda é uma experiência de fazer
arrepiar e suar raparigas e românticos”. O Daily Express elogiou-o,
dizendo que “Leonard Cohen é especial e que as duas horas e meio de
concerto são inesquecíveis”. O jornalista do Irish Independent contou
que “o que eu experienciei inspirou-me a alma a todos os níveis, eu
nunca tinha sido tão tocado por um concerto, tudo nessa noite foi
mágico”, enquanto o The Times sugeriu, “Neste nível de grande forma
outonal, Leonard Cohen devia fazer digressões todos os anos”.

Para contentamento da sua legião de fãs, o magnético e inimitável
Leonard Cohen regressa aos palcos com o espectáculo mais emotivo,
pungente e lendário de sempre. A digressão europeia passa por Portugal,
dia 7 de Outubro, no Pavilhão Atlântico.

VÁ DE COMBOIO AO CONCERTO DE LEONARD COHEN NO PAVILHÃO ATLÂNTICO

Com o objectivo de facilitar o regresso a casa ao muito
público que se vai deslocar do norte e centro do país para assistir ao
concerto de Leonard Cohen, dia 7 de Outubro, no Pavilhão Atlântico, a
Everything is New e a CP – Comboios de Portugal estabeleceram uma
parceria onde se inclui um comboio especial.

Na madrugada de 8 de Outubro, após o concerto de Leonard Cohen, sairá
da Estação do Oriente um comboio Intercidades com destino a
Porto-Campanhã que efectuará paragem em várias estações. Confira aqui
os horários completos:

Lisboa-Oriente – 01h10
Santarém – 01h42
Entroncamento – 02h04
Pombal – 02h38
Coimbra-B – 03h06
Aveiro – 03h32
Espinho – 03h53
Gaia – 04h04
Porto-Campanhã – 04h08

Os bilhetes para o comboio Intercidades especial podem ser
adquiridos no netTICKET (cp.pt), no Multibanco, no Call Center CP (808
208 208), nas Bilheteiras da CP e em Agências de Viagens.

Na Área Metropolitana de Lisboa, o acesso ao concerto é garantido
através dos comboios das Linhas de Sintra, Azambuja e Cascais, até à
estação do Oriente. Consulte os horários em cp.pt.

Para ligação à Linha de Cascais: Metro – Linhas Vermelha e Verde com transbordo na Alameda..

MAIS SOBRE Leonard Cohen

VEJA AQUI O VÍDEO "HALLELUJAH", DE Leonard Cohen

Comentários