Helder Moutinho

FESTIVAL DE FADO CHEGA A BUENOS AIRES  NOS DIAS 1,2 E 3 DE JUNHO 

O Festival de Fado regressa a Buenos Aires  já nos dias 1,2 e 3 de junho  no Centro Cultural Kirchner (CCK).   Para promover o Fado fora de portas, o Festival traz artistas que melhor representam o fado. Helder Moutinho, Ana Moura, Pedro Castro e Teresinha Landeiro  completam o cartaz desta edição e prometem deslumbrar o público argentino.

Dedicado ao tema “O Fado e a Internacionalização”, o Festival de Fado Bueno Aires promove e divulga a Língua e a Cultura portuguesa com a promoção de novos espetáculos, uma conferência, uma masterclass de guitarra portuguesa, filmes e uma exposição com o selo de qualidade do Museu de Fado de Lisboa.

A maior mostra de Fado a nível internacional é um tributo ao maior expoente da cultura portuguesa que, em 2011, foi considerado Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

Helder Moutinho: 

Seu nome está ligado ao nascimento de algumas noites mais emblemático fado de Lisboa: a abertura de Mesa de Frades, em 2003, em noites no Chapitô, noites em Bela Vinhos na Mouraria, sábados gasto na fábrica de Braço de Prata, até à mais recente recuperação da lendária Casa da Severa onde nasceu a “Maria da Mouraria”, finalmente a sua própria casa em Fados.

Na sua carreira, ele tomou o Fado além-fronteiras , realizando ao longo dos anos concertos em cidades como Nova Iorque, Vancouver, Bélgica, Holanda, Reino Unido, China, Polónia, Finlândia, Canadá, Rússia e Espanha.

Em 2018 no Festival de Fado chega a apresentar o seu quinto e último trabalho “Manual do Coração”, a não perder.

 

Comentários